Dragões Orientais, eles estão retornando das dimensões mais elevadas, muitos já atuam entre nós

Dragão Oriental

Eles já viveram em harmonia e contato direto com o homem na e conforme a Terra se eleva, estão retornando em massa das dimensões mais elevadas para nos ajudarem no processo de elevação do Planeta.

Há muito conhecido pelas tradições orientais que desde o princípio da vida na Terra acessam muito dos conhecimentos cósmicos/ancestrais que chegam ao ocidente, o Dragão Oriental é um ser do bem. 

dragão oriental é um Ser que carrega em si todo o conhecimento e sabedoria cósmica desde a criação dos diversos mundos. É o arquétipo da sabedoria, poder, nobreza força, proteção e riqueza.

Tem aparência de uma serpente gigante com quatro garras. Na China da antiguidade, o dragão era símbolo do poder imperial. Nos conecta a abundância, sorte, prosperidade e fortuna.

E esses dragões habitam todos os reinos, e muitos deles também nas águas e interagem diretamente com a Natureza na Terra controlam a chuva, os rios, lagos e mares. Os terremotos e maremotos estão associados aos dragões pela força que os seus movimentos exercem nas profundezas da Terra.

Segundo a mitologia chinesa,  foi um dos quatro animais sagrados convocados por Pan Ku (o deus criador) para participarem na criação do mundo. É um ser místico, um misto de vários animais místicos: Olhos de tigre, corpo de serpente, patas de águia, chifres de veado, orelhas de boi, bigodes de carpa e etc. Representa a energia do fogo, que destrói mas permite o nascimento do novo, a limpeza e transformação.

Atuam como elos de ligação entre os homens às divindades celestiais. Em conexão com esse ser divinal que é o Dragão, nos é possível realizar viagens astrais aos mundos diversos para adquirirmos conhecimentos e resgatar a nossa história esquecida no tempo.

Existem nove qualidades divinas de dragões, o Rei Dragão têm nove filhos, cada um representa essas qualidades. Por isso, é muito comum encontrar dragões de diferentes características na China, principalmente em pinturas e esculturas.

De acordo com as pesquisas em torno deste assunto, há várias versões para explicar as diversas qualidades dos dragões orientais e os nomes podem mudar um pouco. Mas, de modo geral, os nomes mais encontrados são:

1.    Bixi : semelhante a uma tartaruga gigante e forte. É frequentemente usado como base nas esculturas ornamentais. Simboliza a longevidade.

2. Chiwen: semelhante a uma besta e dotado de boa visão, acreditam que ele é capaz de extinguir o fogo, por causa disso, é frequentemente decorado nos telhados. Simboliza capacidade da ampla visão, o poder da visão além dos olhos, aquela que nos possibilita a enxergar as diversas possibilidades diante das situações que se apresentam

3. Pulao: é um dragão pequeno, e, segundo a lenda, gosta de uivar. É usado como decoração nos sinos. Simboliza a anunciação, ou seja, ele ativa os nossos sentidos para os novos acontecimentos que estão por vir.

4. Bi’an: semelhante a um tigre e bastante poderoso, seria capaz de diferenciar o certo do errado. É esculpido em portas de prisões para amedrontar os prisioneiros. Simboliza a proteção, nos guarda dos invasores do plano astral e físico

5. Taotie: simboliza a gula e é usado como decoração na alimentação. Nos chama para a reflexão de que devemos prestar a atenção no que comemos, pois tudo o que ingerimos se transforma em energia atuante em nós.

6. Gongfu: O sexto filho adora água e sua imagem é usada para decorar pontes e fontes. Simboliza a busca do equilíbrio no campo das emoções, nos impulsiona a prestar a atenção nas emoções que estamos produzindo quando passamos por determinadas situações.

7. Yazi: é encontrado em espadas e em facas. Simboliza a força do guerreiro que muitas vezes tempos que colocar em ação na busca do domínio dos nossos próprios invasores (sabotadores internos)

8. Suanni: semelhante a um leão. É geralmente representado nos dias festivos, atua explodindo energia ígnea como fogos de artifícios, nos ajudando a expandir a alegria e gratidão pelas conquistas.

9. Jiaotu: semelhante a uma concha e detesta ser perturbado. É esculpido na porta dianteira ou no degrau da porta. Representa o recolhimento interno muitas vezes necessário para que possamos nos encontrar com o nosso próprio Mestre de Sabedoria Interna. Nos impulsiona a encontrarmos no nosso próprio manancial de conhecimentos as respostas que muitas vezes esperamos que chegue de fora, enquanto na verdade, todas as respostas estão dentro de nós mesmos.

Com a elevação do Planeta Terra, através da expansão de consciência que ocorre nesta Nova Era, assim como

os Unicórnios e outros seres de alta frequência, eles estão retornando em massa das dimensões mais elevadas

para voltarem a interagir diretamente conosco através da nossa mente e coração, na condição de seres

multidimensionais que somos, como fazíamos na Atlântida, na Lemúria e no início dos ciclos de vida na Terra.

Conexão com essa energia estabelecida a partir do 2º Raio Dourado do Conhecimento, facilitada por Buda Gauthama. Gratidão Cósmica a esse Mestre da Sabedoria e Iluminação que nos abria para o conhecimento que liberta e expande as nossas capacidades.

A Era de Aquário Chegou no Planeta Terra, as Forças da Luz estão sendo reunidas para atuarem em todas as dimensões e com todas as qualidades que possuem. Você está vivendo Era da Magia Divina!

Sinta em seu coração…

Fez sentido para você?

Ajude a expandir uma consciência de amor e magia, compartilhe!

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.