Hércules – Elohin da Força do Raio Azul que viveu entre nós

Hércules foi um grande herói da Mitologia Grega, filho de Zeus Zeus ou Júpiter, o pai, o rei dos deuses e dos homens; reina no Olimpo, e, com um movimento de sua cabeça, agita o universo e da mortal Alcmena, que era esposa de Anfitrião e a mulher mais bela da época.

Zeus aproveitando o fato de Anfitrião (marido de Alcmena) estar na guerra dos sete chefes   ,  Zeus se caracterizou como ele, e se fez passar pelo mesmo, concebendo um filho. Ao retornar da batalha, Anfitrião descobriu a traição, e, irado construiu uma grande fogueira para queimar Alcmena viva. Zeus então, mandou nuvens de chuva para apagar o fogo, o que acabou fazendo com que Anfitrião aceitasse a situação. Hércules, portanto, nasceu do encontro do Deus Zeus e mortal Alcmena.

A deusa Hera, esposa de Zeus, enciumada pela traição, enviou duas serpentes para matar Hércules ainda no berço. Não teve êxito, pois mesmo bebê, Hercules já apresentava as características de um ser incomum dotado de uma energia e conexão espiritual, rindo e brincando, com naturalidade, mas com uma força extraordidária, estrangulou as serpentes com as próprias mãos.

Mesmo diante de tamanha força demostrada desde cedo, como era filho de uma mortal  Hérules também era um mortal, Zeus queria tanto que Hércules fosse imortal que pediu para Hermes que fizesse com que Hércules bebesse do peito de Hera e assim Hermes fez, aproveitou o momento em que a deusa dormia e colocou o bebe em seu colo, Hércules começou a beber como o planejado, mas depois de um tempo ele começou a beber com tanta violência que mesmo depois de ter acabado de beber o leite continuou correndo e brincando e ao cair na terra o leite se transformou na flor-de-lis, mas Hércules não bebeu o suficiente assim ficando apenas com a força de um deus e não com a imortalidade.

Quando adulto, ainda na tentativa de se vingar de Hércules, Hera provocou nele um acesso de loucura. Fora de si, Hércules matou a esposa e o filho. Quando voltou ao normal, ele ficou horrorizado e deprimido com seu ato. Consultou então uma sacerdotisa para saber como poderia se redimir. Ela o aconselhou a procurar o rei Euristeu e fazer o que ele lhe ordenasse. Eristeu era simpatizante de Hera e dela recebeu a ideia de determinar 12 tarefas muito perigosas, consideradas impossíveis de serem realizadas, para dar a Hércules na esperança de mata-lo, mas não foi o acontecido.

Foram as tarefas de Hércules:

  1. Matar o leão de Neméia – Hércules o estrangulou.
  2. Destruir um monstro de sete cabeças que cuspia fogo – o monstro era a hidra de Lerna, que Hércules matou.
  3. Capturar a corça de Gerínia – Hércules a capturou viva, sendo que ela tinha chifres de ouro e pés de bronze.
  4. Acabar com um javali selvagem gigantesco – Hércules capturou vivo o javali de Erimanto.
  5. Limpar em um só dia o curral do rei Augeasos – Hércules limpou o estábulo que já não havia sido limpo nos últimos trinta anos, e no qual havia três mil bois.
  6. Acabar com as aves do lago Estinfale – Hércules matou as aves antropófagas dos pântanos com flechas envenenadas.
  7. Capturar um touro louco na ilha de Creta – Hércules capturou o touro vivo, apesar do mesmo lançar chamas pelas narinas.
  8. Eliminar as éguas do rei Trácia – Hércules capturou as éguas antropófagas de Diomedes, domando-as.
  9. Roubar o cinto de ouro da rainha Hipólita – Hércules conseguiu, após longas batalhas, obter o cinturão de Hipólita, rainha das guerreiras amazonas.
  10. Capturar os bois selvagens de Gerião, da ilha de Eritéia – Hércules capturou o rebanho de bois vermelhos, após ter matado Gerião, que tinha três corpos.
  11. Roubar as maçãs douradas das ninfas no jardim das Espérides – Hércules recuperou as três maçãs de ouro do jardim, por intermédio de Atlas.
  12. Capturar o cão de três cabeças Cérbero, guardião dos portões do inferno – Hércules capturou o cão, que além das três cabeças, tinha cauda de dragão e pescoço de serpente.

A grande determinação de Hércules também sustentava a sua força física para realizar as tarefas e também facilitava com que sua mente procurasse soluções para realizá-las, revelando a sua inteligência. Para remover o esterco das estrebarias, por exemplo, desviou o curso de dois rios. Em um só dia, as águas carregaram a sujeira para longe. Assim, ele cumpriu com sucesso os doze trabalhos que lhe deram fama.

Ao realizar as doze tarefas, além de se redimir pela morte de sua esposa e de seus filhos, Hércules conquistou a imortalidade. O trabalho de Hércules sempre fora voltado a ajudar o povo de alguma forma, livrando-o dos perigos, o qual usava a sua força bruta atuando como um verdadeiro guardião de seu povo.

Após uma infinidade de aventuras, entre as quais os Doze Trabalhos, Hércules casou-se com Dejanira, a quem amava muito. Mas um dia, numa das suas expedições, foi parar nas terras do centauro Néssus. Pediu então, a Néssus que ajudasse sua esposa a atravessar um rio. No meio do rio, Néssus teve a idéia de beijar a força a esposa de Hércules. Lá da margem, Hércules viu tudo e tomou uma flecha e espetou-a no coração de Néssus. Antes de morrer, entregou a Dejanira um filtro potentíssimo, quem pudesse no corpo peça qualquer de roupa com esse filtro, envenenar-se-ia e morreria a pior das mortes.

Dejanira guardou o filtro e alcançou a nado a margem onde Hércules a esperava.

Tempos depois, Hércules se meteu em nova aventura, na qual salvou uma linda moça de nome Íole, levando-a consigo à ilha de Eubéia, onde havia um altar a Zeus. Lá, querendo oferecer um sacrifício a Zeus, mandou um mensageiro à sua casa em Traquis, buscar uma túnica. Chamava-se Licas esse mensageiro. Em vez de limitar-se a cumprir a sua missão, contou a Dejanira toda a aventura de Hércules e falou da bela Íole, a quem Hércules tinha salvado. Uma feroz onda de ciúme encheu o coração de Dejanira, fazendo-a lembrar-se do venenoso filtro de Néssus. Entregou então ao mensageiro a túnica que Hércules mandara buscar, mas toda borrifada com tal filtro . . .

Ao receber a túnica, Hércules vestiu-a e foi ao altar oferecer o sacrifício a Zeus. Lá chegando, começou a sentir no corpo uma dor horrenda, como se tivesse vestido uma túnica feita de chamas implacáveis e a túnica  se grudava cada vez mais em seu corpo, penetrando cada vez mais em seu corpo, Hércules não aguenta mais a dor e se joga numa fogueira, mas não acontece nada, então Hércules da seu incrível arco e flechas para um jovem chamado Filoctédes e pede desesperado que o mate, o jovem atende o recado, Hércules então abandona o corpo físico e vai para o Olimpo onde seu pai o torna imortal.

Dejanira achava que a túnica fosse para Íole, e não para Hércules. Ao saber do acontecido, desesperou-se e correu para enforcar-se numa árvore.

Tendo se tornado imortal, Zeus então transformou seu filho numa das constelações do céu.

A principal característica de Hércules estava em ser extremamente forte, extremamente bruto, mas dotado de um grande coração. No calor das batalhas matava culpados e inocentes e depois chorava arrependido.

Coragem, determinação, força, inteligência e um coração humanitário, cada característica aliada a outra é o que faz seus propósitos se realizarem, esses são os talentos que o Elohin Hércules, o mais próximo de nós, porque é o único Elohin que já viveu uma experiência física, experimentando as mesmas emoções que hoje experimentamos, por isso nos conhece e entende muito bem.

O Elohim Hércules já está presente na terra desde a Era Dourada, é uma energia da época atlante, tal como Amazona, o seu complemento divino que ascendeu a sua energia na América do Sul, defendendo os direitos das mulheres de uma forma justa e sem violência. O nome Hércules significa “A Glória do Ar“, devido á sua ascensão do plano etérico, ele fazia parte do Devas mais elevados do Ar, e assim se tornou o Elohim da precipitação da Chama da Força e Fé.

O Elohin Hercules  atua no 1º Raio Azul da Grande Fraternidade Branca, desenvolvendo em seus discípulos as suas próprias qualidades para facilitar o nosso caminhar nesta Terra. Seu objetivo é ajudar a humanidade a reconhecer o seu Deus interno que leva a redescoberta das suas verdadeiras origens e revela o nosso infinito potencial, para realizarmos tudo o que desejarmos dentro dos propósitos Divinos que elevam a nossa alma e assim ajudando a elevar do planeta inteiro.

O QUE SÃO ELOHINS:

Elohins, esão Seres que fazem parte de uma evolução paralela à humana. Estes seres estão direcionados à construção de tudo que existe em todo o cosmo, de sistemas, galáxias, planetas, por isso chamados de “construtores divinos”, tudo o que Deus cria, são os Elohins que manifestam. Foram estes seres que estiveram encarregues de criar o nosso planeta, em Génesis, foram os sete Elohins de Deus que criaram o mundo à sua semelhança e ordem. Por isso eles têm uma vibração divina tão intensa e forte que é para muitos difícil entrar em contato com eles, o que já está sendo facilitado para alguns em razão do atual processo de ascensão do Planeta.

O Elohim Hércules e Seu divino complemento Amazon foram os primeiros que seguraram uma oportunidade de ajudar a Deus-Pais deste Sistema e, nesse mister, criaram a Terra com material primitivo. Eles obedeceram ao chamado do Bem- Amado Hélios e de Vesta (regentes espirituais do Sol dos Planetas de nossa Galaxia, o nosso Sol). Estes dois Grandes Seres, Hércules e Amazon, viram o plano ou projeto divino e disseram: “Nós QUEREMOS ajudar, na criação da Terra e do ‘habitat’ deste planeta para as gerações ainda não nascidas do Coração de Deus!” Para cada configuração criadora deve estar presente a VONTADE e com a FORÇA completar ou terminar o que estava previsto para poder expandir o “Limite do Reino do Pai”

Hércules e Amazon representam a dinâmica Chama Azul da Força, do Poder e da Ação voluntária. Quando apelais para vos envolverdes nesta grande proteção, o poder, a força manifestar-se-ão em vosso mundo – pois nenhum poder disputa, jamais, com o potente Hércules!

Ave Hércules!

 

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.