Kenich Ahan, Deus Solar da cultura Maia servindo Raio Dourado da Grande Fraternidade Branca

Mensagem do Mestre Solar Kenich Ahan,

Por Nisete Machado

Amados seres luminosos, saudações

A Era de Ouro chegou no Planeta Terra e com ela a hora de começarmos a desvelar à humanidade os conhecimentos das 52 lâminas de Ouro guardadas há séculos esperando pelo seu despertar. Contamos com seres luminosos como você que agora lê essa mensagem, o qual reconheça ou não, já está colaborando diretamente conosco na implantação deste Novo Mundo de 5ª Dimensão, a partir de um Novo Mundo que agora desenvolvem em seus corações e mentes.

Gloriosamente comemoramos o fato de que é chagado o momento de devolver a vocês todo o conhecimento que guardamos de vocês, justamente para lhes guardar de vocês mesmos. Esses conhecimentos lhes serão revelado conforme desenvolvem sua sabedoria, amor e intenção em servir ao coletivo. Saibam que estamos com vocês desde a criação desta Terra abençoada e assim continuaremos.

Eu Sou Kenich Ahan, manifestando-me a partir do vosso Sol, no 2º Raio Dourado da Iluminação, Sabedoria, Discernimento e Amor Incondicinal

Eu Sou aquele raio de Sol que atravessa a minúscula fresta em qualquer recanto, desde o palácio à choupana.

Eu Sou aquele raio de Sol que toca cada ser que evolui neste Planeta sem distinguir a nenhum.

Eu Sou o calor que você sente aquecer o seu corpo agora, o mesmo calor que aquece a todos que habitam o mesmo Planeta que você, sem discriminar a nenhum.

Eu sol o Sol que brilha através do seu olhar, do seu sorriso e do  seu coração!

Receba a minha Luz que neste instante resplandece ainda mais ao tocar na sua Luz!

Kenisch Ahan, ao seu dispor

Adonai

Quem é Kenich Ahan

Kenich Ahan, é um Deus Solar da cultura Maia, que Nesta Era de Aquário permanece irradiando a sua Luz Dourada para o Planeta Terra, servindo ao 2º Raio da Grande Fraternidade Branca.

Kenisch Ahan, atua com os Logos Solares Helios e Vesta e dispensa a sua Energia para o Planeta Terra, ligado ao Povo Maia da nossa antiguidade a partir da cidade de México.

Kenisch Ahan se ligou a esse povo desde o início do seu desenvolvimento em razão do conhecimento que tinha de que um povo dotado de tanto conhecimento, também estaria sujeito ao declínio, o que pelo livre-arbítrio não foi possível evitar e gradativamente seu “desaparecimento” ocorreu.

Na época de Ouro, antes do declínio da Civilização Maia, Conhecimento, o Amor, a Sabedoria e o Poder eram notórios em cada ser. Quando percebeu que o declínio já estava estabelecido e que toda aquela região logo desapareceria Kenich Ahan e os Sábios daquela época decidiram preservar estes conhecimentos em lâminas de Ouro, 52 ao todo, que são conhecidas hoje como a Sabedoria da cultura Maia.

Mas Kenich Ahan, nunca desistiu da humanidade e partir deste Povo, sempre atuou e atua com o propósito de colaborar com o desenvolvimento dos povos de todas as culturas da Terra.

Na Cultura Maia, encontramos Kenich Ahán como “Kinich Ahau” o “Senhor dos Olhos Solares”, o Deus do Sol, padroeiro da música e da poesia, filho de “Hunab Ku”,  o “Gran, Gran, Gran Sol Espiritual Central”. O nome de “Kenich Ahan” deriva de: Kin = Sol; Ich, = rosto; e Ahan = Sacerdote.Sob a cidade de Yucatán, este Abnegado Mestre mantém o Foco de Luz Dourada e conserva estes documentos (lâminas de ouro).O lugar do Templo de Irradiação da Chama Dourada fica em Uxmal, aonde se encontra um mosteiro, lugar onde descansam os restos do povo Maia.

Desde seu Templo de Irradiação da Luz Dourada para todos que o procuram e a toda a América Central, Ele mantém o vínculo ao Senhor do Mundo, Senhor  Buda Gautama, e a toda a hierarquia Espiritual.

Ao procurar a Luz da Sabedoria podemos ingressar na Fraternidade da Luz dos Deuses Maias, solicitando a tutela de Kenich Ahan e através da prática da Luz Dourada, irradiando sabedoria e conhecimentos, transformar nossa vida terrena e nos elevando à Vida Superior.

 

 

O Templo

Desde seu Templo de Irradiação da Luz Dourada para todos os Discípulos que o procuram e a toda a América Central, Ele mantém o vínculo de respeito ao Senhor do Mundo, Senhor Gautama, e a toda a hierarquia Espiritual.

Ao procurar a Luz da Sabedoria podemos ingressar na Fraternidade da Luz dos Deuses Maya e através da prática da Luz Dourada, irradiando sabedoria e conhecimentos, transformar nossa vida terrena e nos elevando à Vida Superior.

 

A civilização maia

A civilização maia, foi uma cultura mesoamericana pré-colombiana, notável por sua língua escrita (único sistema de escrita do novo mundo pré-colombiano que podia representar completamente o idioma falado no mesmo grau de eficiência que o idioma escrito no velho mundo), pela sua arte, arquitetura, matemática e astrologia. Inicialmente estabelecidas durante o período pré-clássico (1000 a.C. a 250 d.C.), muitas cidades maias atingiram o seu mais elevado estado de desenvolvimento durante o período clássico (250 d.C. a 900 d.C.), continuando a se desenvolver durante todo o período pós-clássico, até a chegada dos espanhóis.  No seu auge, era uma das mais densamente povoadas e culturalmente dinâmicas sociedades do mundo.

A civilização maia compartilha muitas características com outras civilizações da Mesoamérica

A influência dos maias pode ser detectada em países como Honduras, Guatemala, El Salvador e na região central do México, a mais de 1 000 km da área maia.

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.