Lição aprendida em um plantão policial – A Luz atua em todo o lugar

Aquele dia de plantão em uma Delegacia de Polícia, já estava se encaminhando para o final, quando chegaram dois conduzidos, flagrante de tráfico de *drogas* e coube a mim tomar o depoimento de um deles, do usuário que estava comprando a droga quando foram flagrados. Fiz as perguntas pertinentes e ele de cabeça baixa em certos momentos resmungou com ele mesmo: “Hoje eu tava na hora errada e no lugar errado” e eu perguntei, “tu já havias sido preso? ” Não dona”, ele respondeu, e eu disse, “tu já pensaste que na verdade pode ser que tu estejas aqui agora por estar na hora certa e no lugar certo?”
Percebi que ele não havia entendido o que eu quis dizer. Esfregava as mãos e se balançando na cadeira, de vez em quando resmungava uma frase ou outra: “e agora, a minha mulher vai ficar uma arara comigo, ela em casa com a minha guriazinha e eu aqui”. Eu então, não pude deixar passar e perguntei, tu tens filha? Ele então respondeu “tenho uma guriazinha de 11 “mês”, aí eu não aguentei, tive vontade de saber um pouco mais daquela mente que estava ali na minha frente e fui logo despejando: ” Tu sabias que quando a tua filha for uma mocinha tu és os espelho pelo qual ela vai se inspirar para procurar um cara para se relacionar, pois tudo que tu fazes agora é a referência para criar o mundo dela? Tu estás mostrando o único mundo que ela tem possibilidade de conhecer agora, então eu te pergunto, como pai, tu gostarias que a tua filha se relacionasse com um cara igualzinho a ti? Gostaria? Me responda! Nossa… neste momento senti que toquei em algo, ele abaixou a cabeça sacudindo-a em um gesto de negação, respondeu: “Não dona, eu não gostaria.” A capacidade reflexão e discernimento estava à milésimos de segundos para ser despertada, então eu não podia perder aquela chance, entrei de sola novamente: “Então criatura acorda! A tua filha tem hoje 11 meses e está conhecendo o mundo através de ti, imaginas agora a tua filha uma pré-adolescente com 11 anos de idade, criando corpinho de menina-moça e os caras que são os teus parceiros nessas jogadas que tu andas, ou outros guris também do mesmo meio, “metendo a mão” com a tua filha, tu consegues imaginar que conselho tu darias para ela se proteger deles? Que moral tu terias para dizer a ela não deveria se envolver com eles, se o maior envolvimento ela está desde agora tendo dentro de casa através de ti? E que moral tu terias diante dos caras para enfrentá-los e protegê-la, sendo tu um igual a eles?
Nesse momento, os olhos deles já estavam completamente fixados nos meus, quando os vi marejar e a cabeça baixar novamente com uma voz embargada disse: “Dona, esse tipo de pensamento nunca tinha passado na minha cabeça antes, mas mesmo assim eu tô conseguindo entender o que a senhora quis dizer.” E eu determinada segui falando, “viu como é fácil andar hipnotizado pelo mundo, tipo maria vai com as outras, pensando só com a cabeça dos parceiros de “pega” e ainda se achando “o cara, o esperto do pedaço?” Ele apenas soltou um suspiro dizendo, “meu Deus!” E eu não dei trégua, tinha que aproveitar aquele momento, senti que algo alguma força maior puderia estar impulsionando aquela conversa, não eram só palavras: “Então quando passar pela tua cabeça em usar essas porcarias que só trazem destruição, pensa na tua filha e no mundo de porcarias que tu estás criando para ela também. Quando a tua filha tiver 11 anos, tu vais ser o principal responsável pelo rumo que a vida dela tiver tomado e seja o que for que estiver ocorrendo com ela nessa fase, não é ao mundo que tu vais ter que culpar. Agora imagina como se a tua filha neste instante em que tu estás aqui na minha frente numa Delegacia, já tivesse os 11 anos de idade e amanhã ela tivesse que ir para escola e enfrentar o olhar e os possíveis deboches dos coleguinhas por tua causa, é esse tipo acontecimentos queres criar para ela? É assim que tu gosta da tua filha, plantando um futuro de vergonha e destruição para a vida dela? Pensa cara, a tua vida agora não é somente tua porque as tuas atitudes podem e muito refletir diretamente nas atitudes dela amanhã, e foi para isso que tu trouxeste ela para esse mundo, para levá-la a um mundo de porcarias que tu escolhe para ti? Tu achas que hoje, ela sendo apenas uma criança merece esse futuro que tu que és adulto e pai estás plantando para ela? Ela merece esse mundo que tu estás apontando para ela como referência? Merece? Me responde!
Neste momento ele soltou um profundo suspiro, aqueles que vem mesmo da alma e só conseguiu dizer “ai.. baaah…” E eu continuei: “Então deixa de ser babaca, porque nem talento para bandido tu tens, porque se estamos conseguindo ter essa conversa é porque tu não nasceu para isso o criatura… para ser bandido tem que ser mal e nem isso tu és, estás sendo apenas um tolo que está indo no embalo dos outros para ser aceito no grupo e no primeiro atraque, vai ser o primeiro a ser pego ou morto pelos teus comparsas, não adianta tu quereres dar uma de mal, andar com os maus, se o teu talento é para ser bom, bom pai, bom marido, bom exemplo para a tua filha e só não estás vendo, acorda criatura! E ele chorou de novo… e eu continuei: ” Tenho mais para te dizer, se tu sair daqui despertando para uma nova forma de agir, vão querer te hipnotizar de novo, tu vais ser testado, quando te oferecerem  os “pegas” e tu pensar em não aceitar, vão te chamar de babaca.”  E  ele pela primeira vez me interrompeu, “não dona, aí o cara é que tem que saber o que quer, eu que vou ter que decidir”, aí eu tive que soltar aquele Uhuuu!!! E segui dizendo, se for difícil por ti, pela química alterada do corpo e tudo mais, saiba que a tua mente pode ser mais forte que tudo quando se tem um objetivo real, busca a imagem da tua filha no teu pensamento e o que tu queres de verdade para ela.
Como uma reflexão surgida dos porões de algum ponto de daquela alma, talvez do seu Eu Superior, “eu entendi”, foi só o que ele disse.
E para fechar com chave de ouro aquela converso, algo fez com que eu olhasse para o pescoço daquele jovem de 28 anos com mais atenção e o que vi? Uma medalhinha, parecia São Jorge, então perguntei: “O que tu tens aí no pescoço? “São Jorge dona”, ah mas eu não deixei passar: “E tu não tens vergonha de estar sendo preso carregando “esse cara” no teu pescoço? Tu achsa que Ele aprova as atitudes que tu vinha tomando o criatura? Me responde? “Não dona”. “Então tu agradece a Ele porque Ele te protege e ainda aposta em ti e te trouxe para uma Delegacia de Polícia, como uma oportunidade para acordar, mas te prepara, porque se tu não aproveitares essa oportunidade, ele mesmo vai te aplicar a lei e não vai te dar uma segunda chance, e os olhos arregalaram de novo, kkkk… Porque São Jorge cobra uma postura descente dos filhos que Ele protege e são os primeiros a ter que andar na linha e dar o exemplo de um verdadeiro guerreiro, tu consegue entender o que eu estou te dizendo? “Oooo… sim dona, estou entendendo!”
Como ele havia sido detido por consumo de entorpecentes, foi posto em liberdade e do jeito próprio dele de se expressar, saiu me dizendo que em casa, depois que a esposa se acalmasse iria contar a ela o que havia acontecido e que estava realmente havia lhe despertado uma vontade de mudar, que a nossa conversa tinha aberto uma forma completamente nova, diferente de ver as coisas e as reais consequências das atitudes e tudo que um ato contra nós mesmos, pode atingir a nossa volta.
Bom, lembram que no início da conversa eu havia falado a ele que talvez ele estivesse na DP por estar na hora certa e no lugar certo? Agora eu havia entendido claramente o porquê, Jorge o levou para diante daquela mesa e agora ele conseguia olhar a vida numa direção que nuca havia olhado antes.
Naquele dia ao sair de casa, eu havia olhado  para o céu e disse: “Hoje eu quero ser um farol de Luz,” mal sabia eu que São Jorge e todas as Mães Divinas estavam me ouvindo.
Salve Jorge! Salve todos os Guerreiros e Guardiões da Luz que habitam as reentrâncias e resgatam da escuridão os filhos da Luz! Ave falangeiras de Maria que olham e acolhem a todos os filhos incondicionalmente…

 

 

8 respostas
  1. Loria C A Bianco
    Loria C A Bianco says:

    Que a sua luz possa resplandecer também em nossos corações Nisete e expandir nossas mentes para que tenhamos sempre, em qualquer situação, a atitude mais correta, o gesto mais acertado, a palavra mais sábia e assim podermos ser também um farol de luz todos os dias. Gratidão Cósmica. Adonai!.

    Responder
  2. Marilene
    Marilene says:

    Fico emocionada em ler este depoimento, mais ainda… fascinada em saber que uma pessoa como tu és um farol de luz, no meio a escuridão!! Parabéns, apenas uma guerreira da luz pode fazer este trabalho tão lindo!! Parabéns. Que possamos aprender a cada mais com os teus aprendizados.. Luz Luzzzzz

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.