MENSAGEM DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS, A IMPORTÂNCIA DOS ANIMAIS PARA QUE A VIDA SE MANTENHA NO PLANETA

sao_francisco_assis1

REVELAÇÕES DE MESTRE KHUTUME, em uma de suas encarnações foi São Francisco de Assis:

QUAL A IMPORTÂNCIA DO REINO ANIMAL PARA VIDA NO PLANETA E REAL PAPEL DOS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO NA VIDA DO SEU “DONO”.

A RESPONSABILIDADE DO HOMEM COM O TRATO AOS ANIMAIS E REFLEXOS IMEDIATOS NO MUNDO ESPIRITUAL

Mestre kuthume é daqueles que não poupa informação, sacode nossas emoções, agita o nosso brio, mexe a nossa forma de pensar e agir. É do Raio Dourado dos Conhecimentos Cósmicos, hoje junto com o Mestre Jesus, ocupa a posição de Instrutor do Mundo, foi em uma de suas encarnações São Francisco de Assis, é muito conhecido nos meios espiritualistas na roupagem fluídica do Mestre Ramatis, não se furta em se preciso for, se apresentar também como um sábio Preto Velho nos terreiros de Umbanda para levar seus conhecimentos milenares, descortinando véus com as verdades “bombásticas” escondidas há séculos. Kuthume fala para aqueles que já estão dispostos a encarar abertamente o Conhecimento a fim de se permitirem libertar das teias dos enganos e mentiras que controlaram a humanidade.

Apertem os cintos… Mensagem Canalizada por Nisete Machado

Amados, Eu Sou Kuthume, conhecido por muito de vós na roupagem fluídica de Francisco de Assis, venho a vós, através do Raio Dourado da Iluminação de Vossas Almas e dos Conhecimentos Cósmicos que vos libertam  dos enganos e do sentimento de separação. Venho para vos falar em nome da grande necessidade da retomada do conhecimento escondido nas profundezas do seu ser para a libertação de vossas almas. Hoje abordaremos o tema da relação com vossos animais de estimação e com todo o reino animal que habita este amado Planeta.

Sabeis que os animais são Bênção Divinas em vossas vidas, que vos são ofertadas para evoluírem por um tempo ao vosso lado, almas em parceria ajudando-se mutuamente. Os animais chegam as vossas vidas como voluntários  no papel vossos guardiões e atuam, por livre escolha, como “para-raios” das energias negativas produzidas pelo campo emocional seus donos e de toda a humanidade, bem como como feitiçarias, pragas rogadas, inveja e maus pensamentos, os quais possam ter sido enviados externamente contra seus donos ou familiares.

De forma em geral, os animais atraem para si, a fim de transmutar, parte das energias produzidas pelo homem, geradas pelos sentimentos de raiva, ódio, vingança, medo, baixa-estima, desilusões e estados depressivos, os quais são causadores das doenças no corpo físico.

Para diminuir as dores carmas (velhas escolhas) pessoais de seu protegido, os animais puxam para si esses fluídos deletérios, mas nem todos conseguem transmutar completamente por muitos anos nessa parceria desigual, passando também a desenvolver as doenças do ‘bicho homem” e dependendo do peso da carga, muitas vezes acabam desenvolvendo doenças conhecidas por vós  como as crônicas. Pensem, se os animais não guardam emoções ressentidas, o que geraria o câncer neles, por exemplo, se não devido ao acúmulo em seu campo energético das emoções desenfreadas de seus donos, muitas vezes geradas desde vidas passadas?

Os animais também atuam a partir de seus reinos, como transmutadores naturais das energias geradas pelo inconsciente coletivo jogado na atmosfera do Planeta. Pela alta sensibilidade que naturalmente carregam, eles percebem essas energias gravitando no campo magnético do Planeta, muitas vezes assumem espontaneamente para si as lesões que tais energias poderiam causar na estrutura astral da propria Natureza  e na estrutura astral do seu dono e do homem de forma em geral, em razão da falta de vigilância e firmeza nas vibrações positivas dos seres racionais.

 Quando a assimilação dessas energias danosas leva o desencarne do animal, isso ocorre pela escolha do próprio animal, que o faz com a intenção de vos proteger e espiritualmente, ele em princípio, não sofre por causa disso, pelo amor incondicional que naturalmente carrega, proteger o seu dono energeticamente com sua própria vida é motivo de felicidade e sensação de dever cumprido, o problema é que o homem acaba interferindo nesse processo. Pois nos casos de doação da vida de forma por parte do animal, o dono continuar nutrindo por muito tempo o sentimento de sofrimento em razão da sua partida, de nada ou pouco valerá o “sacrifício” do bicho que se foi, pois o homem estará mantendo o espírito do mesmo enredado nas teias que os ligavam àquelas energias as quais o animal se doou para o livrar, dificultando o trabalho dos “Franciscanos” à encaminhá-los.

Ao realizar o ato de doação da sua própria vida, a intenção do animal é vos libertar do sofrimento, e se não vos conscientizar da necessidade de cumprir com a vossa parte deixando-o ir, reformando vossa forma de pensar e agir, começando por desenvolver o desapego aceitando a escolha do animal que vos ama tanto, estareis prejudicando a evolução dele nos outros planos da existência, esse é um tipo de “amor mundano” sustentado pelo egoísmo do homem que ainda não aprendeu o verdadeiro sentido do amor que deixa livre.

É importante entenderem, que há uma Lei Maior que tudo rege, por isso o primeiro passo que os donos de animais que partiram devem dar, é eliminar qualquer resquício de culpa com relação a situação que o levou a partir, ou sentimento de não ter feito o bastante por ele, ou ainda, de ficar alimentando o sentimento de perda e vazio que sua partida vos causa, pois isso perturba diretamente o andamento do processo evolutivo do animal que deveria ser de forma livre, natural e rápida, já que onde quer que se encontre recebe os sentimentos emanados pelo seu antigo dono e quando esse sentimento é de sofrimento ou culpa, acaba por perturbar o seu entendimento com relação a atitude de “sacrifício” (doação) dele, já que o fez, justamente para abrandar os sofrimentos de seu dono, quando percebe que não conseguiu, por seu dono continuar na vibração de sofrimento, agora por causa da sua partida, pode leva-lo a entender que a doação que fez foi algo de errado e danoso, então poderá se desajustar a ponto de seu espírito se desequilibrar totalmente e afastar-se do grupo a possa ter sido inserido pela Espiritualidade para prosseguir na sua evolução, aí sim, em desalinho, poderá ficar sujeito a cair nas garras de espíritos malignos e manipuladores para fazê-lo de escravo dos mundo das sombras, juntamente com os demais que foram oferecidos em sacrifício nos trabalhos de magia negra pelo próprio homem.

É importante entender, que o animal que se doou por escolha própria, seja para livrá-lo de feitiçarias ou abrandar seus carmas pessoais, não estará sujeito a ser escravizado por forças contrárias a Luz, se seu dono que ficou no plano físico, conseguir desenvolver um entendimento da função escolhida pelo animal que decidiu partir, entendendo o processo da Lei de Evolução ao qual todos vós estais inseridos, que é o da total liberdade do espírito em escolher seus caminhos, e assim conseguir emanar para a alma do animal somente uma saudade benéfica, envolvida pelo amor e gratidão. Se assim for, o animal será imediatamente acolhido pelos Servidores da Senda Espiritual, responsáveis pelo encaminhamento de suas almas e do preparo da nova fase de desenvolvimento. Agindo pela aceitação, compreensão e discernimento, seu antigo dono, passa a atuar como o verdadeiro amigo e parceiro do animal mesmo desta lado da vida,  contribuindo diretamente para que pelo atitude altruísta cometida no ato de doação, o animal possa dar um salto quântico dentro dos seus reinos de evolução, retornando ao caminho evolutivo que há milênios foi manipulado e desviado por altos cientistas das sombras quando o próprio homem se desviou, pois esses cientistas sabiam da importância do papel dos animais no equilíbrio do Planeta e no desenvolvimento do campo psíquico/emocional do homem.

O controle das emoções seu antigo dono pelo entendimento deste processo e através das energias de amor emanadas, aliadas ao ato sacrificial do animal, poderá implicar até mesmo na possibilidade de que este salto quântico evolucional possa implantar no animal a Chama Trina, fazendo o bicho saltar imediatamente para outros níveis bem mais elevados de evolução, não necessitando mais retornar em níveis semelhantes ao que partiu.

Afirmo-vos que isso é possível, pois o amor livre dos sentimentos de baixas vibrações, tudo pode. Por isso, é muito importante saber, que não é salutar ficarem alimentando o desejo fixo de que vosso animal que partiu, retorne a vós em uma próxima encarnação, querendo de qualquer forma reconhece-lo como sendo o retorno do animal que partiu, como vocês têm o mal vício de fazer, muitas vezes esse retorno pode até ocorrer, mas o benéfico real a alma do animal é que o deixe livre para evoluir conforme o grau que já tenha atingido, pois deveis entender, que nem sempre prosseguimento correto da evolução do animal junto a vós, e sim em outros planos mais condizentes com o grau de evolução que ele já tenha alcançado, se ainda tiver que voltar ao vosso lado, podereis perceber, mas isso de forma alguma deve ser carregado pelo sentimento egoístico do homem em manter eternamente ao seu lado “aquilo”, bicho pertence a um reino espiritual, portanto é espírito e não um objeto que acha que lhe pertence.

Vibrar pela liberdade da alma de quem se ama é o verdadeiro amor.

Então, é muito importante prestarem a atenção e aprenderem a gerenciar vossos pensamentos, sentimentos, emoções e atitudes, uma vez que os carmas gerados por vós, ressoam diretamente no processo evolutivo de todo o reino animal, mas principalmente daqueles animais que estão ligados a vós pelos laços afetivos que vos unem. Vossos animaizinhos são os primeiros a captarem os vossos desequilíbrios e por amor incondicional, sentirão a necessidade de se doarem por vós, o que nesta Nova Era já não necessita mais e só continuará ocorrendo dessa forma enquanto ainda se mantiverem enrolados nas teias do egocentrismo e domínio.

Vossa realidade espiritual é muito mais extraordinária do que a mente mais imaginativa possa conceber, se não fosse pela ação dos animais, vosso Planeta já teria sido extinguido, envolvido pelas energias deletérias produzidas pelas baixas emoções do bicho homem.

Aprendam a amar e respeitar o reino animal, sabendo que este Planeta ainda se mantêm, por causa da ação natural e incondicional dos animais em amor e  entendimento à  Lei de Evolução da vida, do que o homem vem demonstrando há eras.

Eu Sou Kuthume, reascendendo os Conhecimentos Cósmicos em vós, para vossa libertação!”

Fez sentido para você? Compartilhe! “O conhecimento liberta e expande nossas capacidades.” Juntos Somos Mais!

RAMATIS2

alquimiadaalma.com.br

14 respostas
  1. LUCIA MARINA DE CASTILHO
    LUCIA MARINA DE CASTILHO says:

    Realmente foi muito gratificante caminhar por essa mensagem tão emocionante. E principalmente me foi enviada por espíritos superiores no momento mais que certo. Obrigado a todos que trabalharam para que acontecesse. Meu eterno carinho e gratidão a todos, amigos humanos, aos meus amados amigos que se sacrificaram por mim no passado e muito obrigada aos três que estão aqui ao meu lado. Hoje mesmo estava pensando que a resistência de Hugo em ir ao quintal e ficar deitado ao meu lado tem algo superior. Meu respeito e gratidão ao que não entendo mas sinto muito fortemente

    Responder
  2. dirce doria ribeiro
    dirce doria ribeiro says:

    Nossa,eu sabia algumas coisas sobre o animais ,mas confesso que é muito gratificante o Amor deles em relação a nós! Pena que infelizmente nem todos possam trata-los como eles realmente merecem!

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.