Mestre Hilarion, São Paulo, o Mentor da Verdade Imortal

O Mestre Hilarion é o Mentor da Verdade Imortal, da Ciência Divina, de todos os ramos físicos e metafísicos da ciência e das artes curativas; o eterno empirista que traz à senda iniciática aquele que procura a verdade. “Conhecereis a verdade e a Verdade vos libertará”

Em épocas remotas, antes do continente da Atlântida submergir totalmente, muitos sacerdotes e sacerdotisas de Ordens Brancas foram incumbidos da tarefa de levar para outros países, os elevados ensinamentos da Sabedoria Divina. Um desses conhecimentos resguardados foi a Verdade. O Mestre Hilarion encontrava-se no grupo de iniciados ao qual foi confiada a Chama da verdade. O grupo navegou para o lugar onde se encontram a península e as ilhas gregas.

O atual Guardião da Chama Sagrada é Hilarion, o Chohan do Quinto Raio. Na época da Missão de Jesus, ele foi o apóstolo Paulo.

O Apóstolo Paulo

 

Hilarion viveu em uma de suas encarnações como Saulo, que após a conversão passou a se chamar  o Apóstolo Paulo (São Paulo). Ele se destacou mais que os outros eruditos da época de Jesus.  Naqueles tempos, Gamaliel  era quem conhecia a lei, e Saulo se gabava de ter sido ensinado aos pés de Gamaliel, de quem recebeu os ensinamentos da Lei diretamente o maior erudito da lei naquele tempo. Em uma viagem que fazia com sua comitiva à cidade de Damasco,  teve uma visão de uma luz intensa e ouviu o Mestre Jesus diante de si, perguntando: “Saulo, por que me persegues?” Caiu do cavalo e ficou cego.  Jesus então lhe disse: “Eu Sou Jesus, levanta-te, entra na cidade e te dirão o que fazer”. Saulo perdeu a visão do corpo para abrir a visão da alma. Foi socorrido e levado por Ananias, que também tinha sido visitado por Jesus, designando-o como seu instrumento de cura para Saulo. Ananias batizou-o com a energia do Espírito Santo. A partir daí, Saulo começou a pregar fervorosamente os ensinamentos do Mestre em todos os lugares e tornou-se um Instrumento do Cristo, oferecendo-se totalmente a Ele e transformando-se no próprio Cristo em ação; por isso ele representa a Consciência Crística manifestada. Jesus mudou, então, seu nome para Paulo, modificando-lhe também a vibração, seu tom pessoal. Paulo teve praticamente uma nova vida, na mesma encarnação; revestiu-e do Manto de seu Mestre e operou obras tão grandiosas quanto as que Jesus realizou (curas, milagres, exorcismos). Paulo escreveu cartas e proferiu sermões por toda a Ásia Menor e Mediterrâneo durante 30 anos. Além disso, ele também recebia ensinamentos diretos de Jesus Cristo no retiro de Jesus sobre a Arábia, no plano etérico. Para lá foi levado durante os três anos que passou na Arábia.

Paulo foi um dos mais influentes escritores do cristianismo primitivo, cujas obras compõem parte significativa do Novo Testamento. A influência que exerceu no pensamento cristão, chamada de “paulilismo”, foi fundamental por causa do seu papel como preeminente apóstolo do Cristianismo durante a propagação inicial do Evangelho pelo Império Romano. A conversão de Paulo mudou radicalmente o curso de sua vida. Com suas atividades missionárias e obras, Paulo acabou transformando as crenças religiosas e a filosofia de toda a região da bacia do Mediterrânei. Sua liderança, influência e legado levaram à formação de comunidades dominadas por grupos gentios que adoravam o Deus de Israel, aderiam ao código moral judaico, mas que abandonaram  rituais e obrigações da por causa dos ensinamentos de Paulo sobre a vida e a obra de Jesus e seu “Novo Testamento.”

Enquanto Paulo, um perseguidor dos cristãos, ele consentiu o apedrejamento de Santo Estevão, o primeiro mártir cristão. Então por ter promovido um assassinato, ele decidiu reencarnar novamente em razão daquele ato. Desta forma, apesar de seu martírio, não ascendeu no final de sua vida grandiosa como apóstolo e reencarnou com Santo Hilarion.

 

Santo Hilarion

Posteriormente, em 350 d.C.São Paulo escolheu ainda reencar, agora como Santo Hilarion, com o objetivo de redimir-se da sua situação perseguindo cristãos, apesar de todo o trabalho que já havia apresentado a humanidade, atuando novamente em nome de Jesus, curando, pregando, exorcizando e fazendo milagres; foi um grande curador e considerado como Santo pelo povo. Desencarnou por volta do ano de 371 d.C. . Ele era um eremita e realizou curas durante toda a sua vida, era um grande santo. Completou a missão do apóstolo Paulo quase no anonimato. Ele poderia ser simplesmente um eremita e curador, porém equilibrou o carma de ter perseguido os cristãos, como Saulo, assim como de ter consentido a morte de Santo Estevão.

Antes de realizar curas, ele passou vinte anos no deserto preparando-se para sua missão. Expulsava espíritos malignos e chegou a curar milhares de pessoas. Nunca o deixavam sozinho. Atravessavam o deserto e o mar para estar junto dele. É fascinante ouvir como Jesus o amou revestindo-o com seu manto de cura.
No final dessa vida, em 371 d. C., Hilarion ascendeu.

 

Mestre Ascenso Hilarion

É o Chohan do quinto raio. Ele representa as qualidades de cura, integridade, música, ciência e visão espiritual (o terceiro olho). Seu retiro é na oitava etérica acima de Creta, Grécia. No seu retiro, Hilarion nos ensina o dom da cura.

Todas as emanações de vida materialistas, que não acreditam na vida espiritual, os agnósticos e os céticos devem ser recomendados à proteção do Mestre Hilarion, pois com sua ajuda poderão alcançar a exata compreensão da Verdade.

Hilarion convoca todos os homens a manifestarem a consciência Crística, pois ele foi o exemplo do que Jesus disse: “Aquele que crêm em Mim e naquilo que eu faço, um dia fará Obras ainda maiores”.

Cada homem que desperte o Cristo em seu coração fará obras grandiosas em nome do Cristo, pois estará revestido com seu Manto de Amor. Para isso precisa estar aberto ao conhecimento da Verdade Divina, que a maior parte das pessoas acessou somente uma pequena parcela. A busca da verdade é permanente, porque a verdade é o nosso caminho de volta a Deus.

Após sua ascensão, Mestre Hilarion jurou apoiar todos aqueles que, por qualquer razão, tenham sido injustiçados, vítimas de inverdades, bem os descrentes de uma forma geral, pois muito foi marcante sua encarnação como Saulo de Tarso (Tarso, cidade onde nasceu, na época na Ásia Menor, hoje Turquia, ao lado de Creta, na Grécia), ocorrida no princípio da era cristã.

O semblante de Mestre Hilarion tem a firmeza que caracterizou Paulo de Tarso (apóstolo São Paulo).  Dentre os Mestres é, talvez, o que possui a aparência mais jovem. Nenhuma das belíssimas e perfeitas esculturas gregas podem reproduzir a harmonia dos traços desse Mestre que nos convida, através da sua Ordem (A Fraternidade de Creta), a limpar ideias de preconceitos, pré-julgamentos e ilusões, para enaltecer a exatidão e a ciência da verdade.

Palavras do Mestre Hilarion: “Lembrai-vos: quando tudo mais falhar, quando houver distorção da vossa mente, da vossa visão e da capacidade de enfrentar a vida, invocai em nome de Jesus, o Cristo, a dispensação do Raio Esmeralda-Azul-Escuro, porque existe uma legião especial de anjos incumbidos de selar a mente e o corpo mental num campo de força de brilhante luz, ora luzindo num tom verde, ora com uma gama de azul. Eu fui incumbido de organizar as legiões de luz através da Chama da Verdade, para que reforcem a Consciência Crística e saturem a mente dos homens com a chama da cura e vida”. O que você ainda segura como verdade?

Nós temos dois aspectos da verdade: 1- a verdade do ego da personalidade, 2 a verdade Divina, a verdade eterna. Mas nó ainda nos apegamos na verdade humana, às leis humanas, que sempre foram regidas por interesses de seus legisladores, cada um criou as leis ou por ignorância, por não atuarem dentro da verdade Divina, ou por interesses pessoais e manipulação por todas as raças. Todos nós ainda estamos muito impregnados pelas verdades humanas, pelas leis humanas. Por isso ainda adoecemos, por isso ainda carregamos muitas desarmonias em nosso corpo físico e em tudo o que nos cerca, porque tudo que faz parte da nossa evolução está impregnado pela nossa energia, aonde nós estamos, estamos colocando a nossa energia harmônica ou desarmônica que vai se agregar a tudo onde colocarmos nossa presença, as leis da criação.

Mestre Hilarion é patrono de chefes religiosos, missionários e dos que praticam as artes da cura, como enfermeiros, médicos e cirurgiões. Também se interessa pelos ateus e agnósticos que ficaram desiludidos com a religião, trazendo-os de volta à luz.

O Mestre Hilarion está buscando auxiliar ateus, céticos, religiosos, homens de mente racional e cartesiana, sem qualquer distinção, revelando a eles a Verdade de Deus por trás de todas as ilusões humanas para que todas as consciências possam ser despertadas. Por isso, o Quinto Raio rege a Ciência, a Medicina, a Tenologia e auxilia a Terra em todas as invenções e descobertas acessadas pelos homens.

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.