CORPOS ESPIRITUAIS – As 7 dimensões humanas que a maioria dos humanos desconhece

Você é um ser que habita várias dimensões diferentes, que ocupa corpos diferentes, de densidades e frequências diferentes, que se interpenetram, que vivem além do seu corpo físico e de tudo o que você possa perceber através dos cinco sentidos.

Muitas pessoas ainda ainda não sabem da existência dos corpos espirituais e dos muitos outros elementos que fazem parte de tudo que lhe constitui, pois para chegar ao entendimento da formação do ser humano de forma completa, é preciso abrir-se para aceitar a própria imensidão. E os corpos espirituais são parte do que compõe essa sua imensidão.

São conhecidos como corpos extrafísicos, extracorpóreos, níveis mentais, dimensões psíquicas ou níveis consciências. Todas essas expressões se referem à mesma coisa.

São muitos os corpos espirituais que possuímos, cada um existindo em dimensões gradativamente mais sutis, ou seja, na medida que nossos corpos espirituais vão se distanciando do formato e da dimensão do corpo físico, vão se tornando mais rarefeitos.

Os corpos extrafísicos nos acompanham durante toda a nossa existência e, apesar de trabalharem em conjunto e se interpenetrarem,  atuam em dimensões diferentes. As civilizações antigas como os atlântis,  hindus, egípcios e hebreus já ensinavam sobre essa divisão de corpos, conhecimento que foi ficando para traz na medida em que o homem foi cada vez mais se identificando somente com a matéria e aceitando como verdade absoluta somente o que a ciência consegue provar.

Na encarnação atual, sabermos da existência desses corpos é fundamental para que possamos trabalhar de forma consciente a unificação gradativa dos mesmos à personalidade que habita o plano físico, para que assim possamos acelerar o processo de expansão de consciência sobre o todo e sobre nós mesmos, aumentarmos o nosso poder de cura e autocura, acelerarmos a nossa ascensão espiritual e nossas capacidades parapsíquicas.

Então, saiba que possuímos diversos corpos espirituais atuando em infinitas dimensões, porém temos 7 corpos que vibram mais próximos da nossa consciência humana, os quais permitem que nos manifestemos também em 7 dimensões diferentes correspondente a cada um deles, porém, por enquanto, nem todas as pessoas tem consciência das vivências que possuem nas diferentes moradas dimensionais de cada um de seus corpos.

Esses 7 corpos são classificados  como corpos inferiores e corpos superiores, conforme a proximidade ou afastamento da dimensão física. Os 4 corpos inferiores são o próprio corpo físico, o etérico, o corpo astral e o corpo mental inferior.

 Saiba mais sobre os 7 corpos fundamentais que constituem a sua existência:

1 – Corpo físico:

É aquele que conseguimos ver, é formado por energia condensada ao ponto de podermos tocar e sentir de forma tangível, nosso corpo físico é o que chamamos nossa matéria e tudo o que a ela se integra. Portanto, nosso corpo físico é tudo que o compõe, órgãos, tecidos, células, sistemas. Ele possui sim um inteligência sutil por estar conectado por fios energéticos de ligações com os nossos demais corpos das dimensões sutis, o corpo físico recebe t informações e as frequências de energias que recebemos das dimensões invisíveis, sendo tanto das  dimensões superiores que nos conectam ao nosso Eu Divino, como das dimensões inferiores que nos conectam ao nosso Eu Ego Inferior e quanto mais nos identificamos somente com o nosso corpo físico e com as experiências do mundo físico, mais passamos a nos reconhecer somente com o Eu Ego Inferior. O corpo físico é a roupa que nosso espírito veste nesta encarnação, mas se o cultivarmos movidos somente pelo Eu Ego Inferior, podemos tornar o nosso próprio corpo físico em um elemental negativo manipulado para nos destruir.

Porém, o nosso físico é na verdade tão divino quanto todos os nossos demais corpos espirituais, pois é ele  é parte do espirito condensado, que nos possibilita estarmos vivendo a fase das experiências físicas do nosso processo de ascensão e a sua criação aqui só é possível também pela ação da nossa Mente Suprema, a qual nos possibilita estarmos estarmos aqui e ao mesmo tempo espalhados por diversas dimensões.

Nosso corpo físico foi criado para ser e agir como a Nossa Divindade manifestada  no plano físico da terra e já estamos caminhando para essa consciência, por isso ele deve ser aceito por nós como o algo Divino que É, respeitado em suas necessidades e desejos (de forma equilibrada),  cuidado, alimentado com os nutrientes adequados que auxiliam e facilitam a sua atuação.

Apesar da sua condição temporária  e finita, nosso corpo físico deve ser aceito como parte do ser cósmico e infinito que somos, manifestado  por um período na Terra para contribuir com o processo de evolução de tudo que vive aqui.

Por ser visível e palpável, é o único dos corpos espirituais estudado pela Ciência.

2- Corpo etérico ou duplo etérico:

Nós não o vemos, mas sentimos. Ele é formado pela aura, chakras e nadis (veios que levam a energia aos chakras) e é considerado bioeletromagnético. Por ser constituído de muita energia, tem uma aparência luminosa e que pode variar do laranja ao azul. Rupturas em sua formação que podem se estabelecer através de choques emocionais, acidentes físicos e persistência nos baixos padrões de pensamento, podem comprometer a sobrevivência e a saúde deste corpo, pois esse é o corpo que absorve as energias emocionais causadas pelas experiências da personalidade atuante no físico.  De forma inteligente, o corpo etérico processa as frequências de energias de baixo padrão a fim de transmuta-las e eleva-las, porém, a personalidade persistindo em reproduzir as mesmas carcas emocionais, esse corpo não tem outra alternativa a não ser drenar as energias pesadas para o corpo físico, o que gera os desequilíbrios crônicos, doenças e a morte do corpo material. É para corpo etérico que os tratamentos de cura devem ser enviados, pois é nele primeiro que a doença se estabelece, como também é nele que primeiro a cura acontece para ser transferida para o corpo físico, portanto a cura se manifesta fisicamente quando ainda há tempo hábil para que o corpo etérico transfira as novas informações antes que o físico pereça, o que varia conforme o tempo em que o desequilíbrio foi mantido. Porém, é importante salientar que uma pessoa submetida a determinados processos de cura energética/espiritual, nos níveis dos corpos espirituais a cura sempre acontece, possibilitando que por ocasião do novo reencarna possa não mais manifestar a doença a qual levou a morte do seu corpo. Tendo em vista da imortalidade da alma, nunca é tarde para acordar para se curar.

Por ocasião da morte do corpo físico, entre os sete dias e vinte e um dias, após ser desprendido do corpo físico, o corpo etérico desintegra-se e esse processo de desintegração ocorrendo devidamente, o corpo etérico é então é reintegrado ao Campo Etérico, ou seja, a fonte das manifestações físicas ou eter terreno, ou seja devolvido ao corpo etérico da Mãe Terra.

Em permanecendo íntegro por um certo período depois da morte do corpo físico, o corpo etérico o corpo etérico também passa a ser muito visado por vampiros do baixo astral e por magos negros, pois sendo rico em energias animalizadas, pode servir como fonte de sustentação energética para o baixo astral e matéria prima para magias negras, aprisionamentos, criações de clones e chips de controle, em razão da grande carga energia vital que ainda carrega, o plasma e ectoplasma humano que é desprendido pelo corpo físico.

Por isso a importância de procurar manter a elevação dos pensamentos e sentimentos, emanações de Luz e um certo equilíbrio nos tão falados sete dias pós morte de um ente querido, pois esse é também um período que pode ser de embates espirituais, é o período crucial da atuação dos Guardiões, Mestres e Protetores Espirituais do desencarnado e os chamados Anjos da Morte para que todo o processo de desenlaça que, portanto, não cessa no momento da morte do corpo físico, possa ocorrer devidamente e no período mais adequado.

3- Corpo astral:

O corpo astral é aquilo que muitos reconhecem como alma é, mas na verdade, o corpo astral é o espirito, que em contrapartida é uma parte da alma, pois a alma é a essência maior de todas as nossas composições energéticas e da nossa própria vida.

O corpo astral é o único corpo que pode mudar de aparência conforme viaja energeticamente pelos planos e dimensões. É bastante sensível e isso explica o fato de ser ele o responsável por aquilo que sentimos e desejamos.

Durante o sono, deixamos o corpo físico e viajamos com o corpo astral, mas, quando não há uma consciência e evolução sobre isso, lembramos apenas de partes do que aconteceu e acreditamos que foi um sonho.

Quando há a morte do corpo físico esse corpo se mantem intacto e dependendo da consciência e evolução espiritual permanece com a mesma aparência e continua se manifestando na mesma personalidade anterior o qual se manifestou no corpo físico por muitos anos e até por séculos se a personalidade encarnada foi muito apegada as experiências que viveu, pois o corpo astral registra e carrega com ele todas as marcas, cargas energéticas positivas ou negativas, lembranças, pensamentos, sentimentos, emoções e apegos da última encarnação, muitas vezes se apresentando até mesmos com as mesmas roupas que a personalidade usava no físico da terra. Esse é o corpo que os médiuns videntes enxergam das pessoas que desencarnaram, ou o que popularmente chamam de fantasma do morto.

4- Corpo mental ou mental inferior:

É basicamente constituído pela nossa mente, que não é a mesma coisa que o cérebro. O corpo mental inferior é o corpo o a casa dos nossos pensamentos e reside nas dimensões onde os nossos sonhos, desejos, aspirações e ideias construtivas ou negativas são reais. Este corpo é poderosíssimo, pois é fonte direta da origem de tudo que manifestamos na dimensão física, sejam criações negativas ou positivas. Para simplificarmos o entendimento sobre ele, poderíamos comparar o corpo mental inferior como a oficina do nosso eu “anjo” ou a oficina do nosso eu “demônio”, pois é simplesmente “mente”, podendo agir como  mente que cria positivamente ou a mente mentirosa que e cria destrutivamente.

O corpo mental organiza os pensamentos sem distingui-los ou classifica-los como bons ou ruis, e  o cérebro físico a máquina de computador que decodifica esses pensamentos e transfere para o mundo da matéria.

O objetivo da iluminação e racionalização do ser é controlar o corpo mental e submetê-la à sua vontade, a vontade divina desse poder de criação. E uma das formas para alcançar esse controle e conduzi-lo a  vibrar aos níveis das criações Divinas é através de técnicas de meditação, silencio interior e visualizações com a Chama Violeta para limpar e transmutar os pensamentos em Luz.

5-  Corpo causal ou mental superior ou abstrato:

É o nosso banco de memórias, uma espécie de reservatório das nossas memórias de todas as vidas. Esse corpo tem a capacidade de guardar e organizar em faixas específicas as memórias de toda a nossa existência na terra, de todas as vidas que tivemos e absolutamente todas as experiências que vivemos, por exemplo, inclusive, neste momento o seu corpo causal está registrando cada instante que você está lendo essas informações e guardará em um banco de memórias para usar nos momentos em que precisar dessas informações, independente quantos séculos tenham se passado e quantos vidas você ja tenha vivido.  É a fonte dos nossos desejos mais identificados com o nosso divino, é a fonte da intuição e da imaginação, é o princípio para a subida às dimensões mais elevadas do nosso ser, mesmo estando intimamente ligado à nossa individualidade, ainda que conectados ao Todo.

6- Corpo Búdico:

O Buddhi ou corpo cósmico não tem ligação com o tempo, para esse corpo o tempo não existe e tudo o que compreendemos aqui é apenas uma ilusão de estarmos separados dele. Dentre os corpos espirituais, é neste que está a verdadeira sabedoria. Já esteve muito distante do nosso poder de compreensão, como ainda está muito distando do plano físico, por isso ainda é pouco conhecido, mas a partir da informação sobre a sua existência, e da intenção de se reconectar a ele, você pode utilizar a energia deste corpo que também é seu, ou seja, é uma parte sua nas dimensões mais elevadas, para ajuda-lo no seu processo de manifestação física e você pode fazer isso imaginando-se envolvido em um tubo de Chama Violeta e Azul, ao mesmo tempo sendo abarcado por um foco de luz Dourada muito intensa se conectando a você da imensidão do cosmos. Será que você aguenta a intensidade da sua própria luz, kkk. Experimente, e gradativamente estará trazendo ainda mais da sua luz para a terra.

7- Corpo átmico:

É o plano mais elevado do ser humano, é a Alma a fonte de poder para toda a Alquimia Divina, é a consciência mais pura. Pode ser também chamado de Atman, Espírito de Essência, Eu Cósmico, Eu Divino, Eu Superior. É composto basicamente de luz, o nosso Deus Interno, o EU SOU.

E você também pode se conectar com a sua Presença EU SOU, para que lhe inspire e aja através dos seus corpos inferiores, lhe ajudando a manifestar as suas criações Divinas, podendo ser da mesma forma: Imaginando-se envolvido em um tubo de Chama Violeta e Azul, ao mesmo tempo sendo abarcado por um foco de Luz Branca e Dourada muito intensa se conectando a você da imensidão do cosmos. Experimente, e gradativamente estará trazendo ainda mais a Luz da sua própria Presença EU SOU para a terra.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.