Energia não se cobra, Iniciação Espiritual não se vende e Cura não se compra

Estamos no momento de quebrar paradigmas e avançar constantemente no nosso desenvolvimento, abra a sua mente e sinta com o coração.

Nesta Nova Era, mais do que nunca devemos agir procurando desenvolver o discernimento e o sobretudo o amor, em união de esforços anti o julgamento que gera a separação, um dos passos muitíssimo importante para isso, é nos abrirmos para caiam os véus para o entendimento de que absolutamente nada na vida é nos  dado de graça, mas sim é conquistado.

Se analisarmos à fundo sem querer enganarmos a nós mesmos, poderemos perceber que nem mesmo os Grandes Mestres Espirituais nos dão qualquer coisa de graça, pois NÃO acreditam na nossa incapacidade de conquistar pelos nossos próprios talentos tudo o que desejamos alcançar, um Mestre jamais incentiva a acreditar na pobreza e na ausência absoluta de recursos, pois as riqueza está em suas mãos e em todos os lugares, basta que a mente e coração se expandam para que os olhos possam enxergarem. Eles nos ensinam a caminhar, até nos cedem a linha e os macetes para a boa pesca, ajudando-nos a nos abrirmos para as energias de amor e para os conhecimentos que Eles nos trazem, para nos libertarmos dos velhos véus e assim por nós mesmos, conquistarmos os meios para alcançarmos o que queremos.

“Faz que eu te ajudarei”, já ouviu essa frase? Sabe quem a proferiu? Pois, É!

Então, aqueles que hoje escolhem desenvolver a missão de atuarem como canalizadores determinadas frequências energias, mensageiros, formados em técnicas de desenvolvimento pessoal, espiritual e reequilíbrio energético, por exemplo, precisam fazer muito para serem ajudados, precisam estudar, se aprimorar e gerenciar suas próprias vidas, ao mesmo tempo, sendo coletivos. Na verdade, essas pessoas não cobram pelas suas atuações, poi não existiria neste plano físico moeda de troca tão valiosa que fosse o suficiente a ponto de superar tamanhas dádivas em nossas vidas  que é a ação dessas pessoas que expandem consciências, “curadores” de alma. Portanto, é fácil entender que energia não se cobra, iniciação não se vende e cura não se compra, pois financeiramente não existe nada que pague isso, sendo o maior pagamento, o alcance do objetivo do curador, ou seja, ajudar a ativar o próprio poder de cura de seus atendidos ou de seus alunos.

O que você paga então quando realiza um curso de cura energética ou consultas e atendimentos espirituais?

Entenda que na medida em que avançamos no entendimento sobre geração e expansão de energia, também devemos avançar no entendimento de que tudo que envolve uma estruturação material para dar suporte ao cumprimento de qualquer missão, desenvolvimento e prática desses conhecimentos, mesmo que seja totalmente fundamentada no amor e assim sempre deve ser,  por detrás do cumprimento de todo trabalho também é necessário uma energia para impulsioná-lo e mantê-lo ativa em benefício do todo, que é a energia de troca.

Analisemos a frase: “Faz que eu te ajudarei”, então,  eu só te ajudarei se você fizer a sua parte, a sua ação em fazer a sua parte é o que vai gerar a energia que irá impulsionar o universo a lhe ajudar, e se você precisa fazer algo para receber, você não está recebendo de graça, entende? Nem mesmo o ar que lhe mantém vivo, lhe é dado de graça, pois se você não realizar a ação de respirar ele não segue a lhe manter vivo

Saiba que o dinheiro é no plano físico a representação da energia de troca que impulsiona e proporciona a realização de uma intenção, ação efetiva e o avanço de qualquer missão a ser desenvolvida no plano físico da terra, sendo que, conforme formos avançando em inúmeros aspectos, essa representação física da energia de troca (o dinheiro) não será mais necessária para concretizarmos nossos objetivos, mas sabemos que ainda é. E como sabemos…, a não ser que alguém que está lendo esse testo já consiga materializar tudo o que deseja sentado de braços cruzados só contemplando nuvens.

O fato é que tudo o que fazemos com AMOR, verdade e entrega, pode ser realizado na maior simplicidade, usando poucos recursos financeiros ou no luxo com grandes recursos financeiros, que possuirão um mesmo valor espiritual, porém algum recurso sempre terá que haver, pois quando recebemos a missão de expandir o conhecimento, necessitamos de meios eficientes para isso, não há como fugir  da necessidade uma estruturação física de eficiência para dar suporte. Não há como fugir da necessidade de em alguns casos, envolver outras pessoas conhecedoras dos meios que fazem as coisas neste plano se concretizarem, não há como fugir da necessidade de algumas vezes ter que contratar profissionais especializados (técnicos), prestadores de serviço que vivem do trabalho que prestam e que assim como você, precisam honrar com seus compromissos financeiros, os quais independentemente de seu contratante  ter uma missão espiritual a desenvolver, têm que receber pelo serviço prestado. Não ha como fugir da missão e compromisso assumido com a espiritualidade, mesmo que sujeito a críticas, até mesmo ataque daqueles que querem que tudo continue igual, bem como daqueles que simplesmente criticam pela falta de conhecimento de tudo que necessita ser envolvido materialmente para que missão espiritual se estabeleça e preferem se manter como vítimas do destinos e eternos pedintes, sem se aperceber que para o aprimoramento daqueles aos quais pedem que lhes atendam de graça, tem que haver muito estudo, cursos, aprimoramentos, materiais didáticos, materiais de apoio e muito mais que o plano físico exige. Ate mesmo as instituições organizadas que oferecem atendimentos gratuitos ao público, de alguma forma necessitam da energia de troca, para se manterem e de algum meio tem que chegar.

Nada se movimenta de graça em todo o Cosmo, pois para tudo há um propósito e uma troca constante de energia, que infinitamente ora cede, ora recebe recursos, assim se dá o equilíbrio que mantem viva todas as coisas.

Independente de usarmos os meios virtuais que a Nova Era nos proporciona para que tudo chegue de forma rápida em qualquer lugar do mundo, todos que atuam à serviço do desenvolvimento espiritual, também necessitam de uma estrutura material, seja sala física ou na web, nada é disponibilizado gratuitamente, nem materiais e nem pessoas envolvidas. Você pensava que todos esses recursos avançados que fazem vídeos, mensagens e tudo mais chegar até você de forma rápida e eficiente, que muitas vezes você até critica a qualidade, era sem custo financeiro nenhum aos que produzem? Pois é não é!

Estamos em um processo de mudança, na medida em que o homem avança os meios também avançarão e como já disse, não haverá mais a necessidade do envolvimento de uma moeda de troca para qualquer desenvolvimento de projetos, independente de terem sido enviados diretamente dos planos espirituais ou meramente para os anseios físicos, mas até lá temos que ABENÇOAR o DINHEIRO para que ele possa fluir em nossas vidas e trazer as facilidades que merecemos, até que não necessitemos mais dele, será preciso quebrar muitos padrões internos que dificultam esse entendimento, em razão de todos os programas que foram deliberadamente introjetado até agora no inconsciente coletivo, como  por exemplo, os antigos votos de pobreza que geram pensamentos que limitam a sua real capacidade, direito de alcançar tudo o que desejar, o merecimento em viver em abundância e ajudar a expandir essa condição, e ainda aprender a deixar de  julgar o outro que já está se libertando desses padrões.

A riqueza do Universo a qual o homem está ligado, mas ainda não acredita verdadeiramente nisso, transcende a todas as regras que conhecemos a respeito da circulação do dinheiro em suas vidas, essa riqueza transcende até mesmo ao dinheiro em moeda propriamente dito, podendo chegar da forma que menos se imagina, se mantiver uma mente confiante.

Como tudo que atraímos depende da qualidade da vibração da mente, muitas vezes essas energias de abundância, que em determinados casos poderiam chegar em forma de uma nova oportunidade, por exemplo, ou por uma oferta para prestação de serviço de seus talentos que gerariam uma recompensa justa e tranquila, até se deslocam àquele que pede, mas são desviadas pelas crenças limitantes que lançam ao Universo através de seus pensamentos limitantes, que atuam com uma força repulsora às energias de riquezas que chegam, e isso muitas vezes através de forma “camuflada”, o inconsciente o faz acreditar que não é merecedor das facilidades à que tem direito em razão das crenças antigos enraizadas nos porões da alma.

Também há uma necessidade de quebrar certos paradigmas com relação ao dar e receber, se as vezes achamos tão difícil olhar para o lado e desprender o mínimo de atenção possível aos “necessitados” do caminho, como vibrarmos na abundância em todos os sentidos de nossas vidas? Como imaginar que pode julgar aquele que cobra, se nem um olhar de atenção é capaz de dar? E se ainda vibra no juízo de valores daquilo que não conhece a fundo, lançando palavras ou um simples pensamento de crítica ou julgamento, sem antes conhecer tudo o que envolve aquilo que está se colocando como juiz.

A abundância financeira de forma equilibrada e justa, a abundância de recursos, de ideias, de possibilidades e de tudo mais que facilita a vida no plano físico da terra, só consegue se estabelecer onde há vibrações altruístas, como sentimento de partilha, mente e coração abertos para receber novos conhecimentos e expansão de consciência fora da postura do “juiz”, porque a verdade de tudo que necessitamos saber, ainda nos está sendo revelada gradativamente, na medida em que vamos alcançando mérito para tal. Portanto  nem a clareza dos conhecimentos que recebemos nos chega gratuitamente, precisamos amadurecer primeiro.

O que damos realmente de graça é o amor, essa é a energia capaz de curar tudo. Mas antes de sustentarmos nossas ações em pensamentos limitantes e julgadores, resta perguntarmos  a nós mesmos, nos envolvendo em amor, se realmente estamos cumprindo com essa recomendação de dar de graça o que recebemos de graça (o amor), já que nossa vida e o mundo a nossa volta é reflexo do nosso interior. Está mais do que na hora de nos libertarmos das falsas interpretações que nos impuseram para nos gerar culpa e medo e assim impedir o avanço de nossa evolução em todos os aspectos.

Felizmente estamos mudando para uma consciência de abundância e ação consciente, se você leu este texto até o final, é uma prova disso.

Gratidão Cósmica!

Nisete Machado, inspirada e pelo Mestre El Morya, Chohan do 1º Raio da Grande Fraternidade Branca

Se essa mensagem ressoou como verdade em seu coração, ajude-nos difundir o conhecimento que liberta, compartilhe!

Adonai

alquimiadaalma.com.br

ABUNDÂNCIA1

 

 

 

 

 

9 respostas
  1. SUELI
    SUELI says:

    Nisete, muito esclarecedor seu texto. Estou dentro de uma situação financeira muito difícil.
    Sempre trabalhei muito, me doei muito em amor. Sempre me sustentei. Mas comecei a sentir cheiro de mudança no ar e perdi tudo que tinha conquistado.
    Ontem mesmo percebi que sempre fui o tipo de pessoa que se doa demais. Que sempre faz tudo por todos. Agora percebi esse desequilíbrio, entre dar e receber.
    Estou atenta, não estou desesperada. Estou disposta com humildade e amor, transmutar tudo em mim que pricipalmente meus pensamentos , que não são firmes, vão e volta .Sinto que estou mudando, eu me reparo pareço outra pessoa . Mas estou confiante na transmutação, não só para eu , como para todos.

    Responder
  2. Ma.de Fátima Oliveira Mesquita Weber Leone
    Ma.de Fátima Oliveira Mesquita Weber Leone says:

    Muito exclarecedora esta mensagem !!
    Verdadeira também !!
    Percebi o quanto é complexo todo sistema de crenças antigas/pensamentos e o dar / receber !!
    Para mim está sendo cada dia mais um aprendizado !!
    Gratidão , gratidão , gratidão !!!

    Responder
  3. IRENE ROSA
    IRENE ROSA says:

    Complementando o meu comentário anterior:
    “Dai de graça o que recebeste de graça” significa dai com Espírito de Gratuidade, ou seja, com Espírito de Amor.
    Gratidão Cósmica!!

    Responder
  4. Denise Crispino
    Denise Crispino says:

    Nisete, muito esclarecedor seu texto. Estou dentro de uma situação financeira muito difícil.
    Sempre trabalhei muito, me doei muito em amor. Sempre me sustentei. Mas comecei a sentir cheiro de mudança no ar e perdi tudo que tinha conquistado.
    Ontem mesmo percebi que sempre fui o tipo de pessoa que se doa demais. Que sempre faz tudo por todos. Agora percebi esse desequilíbrio, entre dar e receber.
    Estou atenta, não estou desesperada. Estou disposta com humildade e amor, transmutar tudo em mim que precisa.
    Que todos tenham uma grande transformação!!!!
    Avante!!!!! Beijos!!!

    Responder
  5. Maria
    Maria says:

    Amada Nisete! Elevada sabedoria na mensagem que acabo de ler… foi o que senti.. Estou plenamente de acordo
    com toda a descricao e conteudo! Amor e Gratidao pelo conhecimento que partilha no meu caminho e desenvolvimento Espiritual e aos Nossos Amados Mestres pelo Amor Incondicional em cada uma das mensagens e Cursos que lhe transmitem
    com o Proposito de Missao e Apoio a todos os que fazem parte desse Proposito Cósmico!! Bem Hajam Todos que fazem parte dessa Maravilhosa Equipe de Partilha e Amor.
    Adonai!
    Maria

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.