O CHAKRA LARÍNGEO: “Expresse-se e Seja Livre”

O centro energético da garganta, o quinto chacra laríngeo, une o espírito com a realização na matéria, é o da vontade que reflete no centro das forças físicas, corresponde ao Raio Azul.

A garganta representa nossa capacidade de falar em favor de nós mesmos, expressar e pedir o que queremos, para modificarmos nosso mundo, de dizer “Eu Sou”.

Quando temos dificuldades de expormos nossas idéias ou de falarmos em público, em geral significa que não nos sentimos no direito de expressarmos quem somos, o que desejamos e o que temos em para oferecer, que não estamos confiantes o bastante para defendermos as nossas idéias e a nós mesmos, a ainda, pelo temor de sermos julgados pelo outro, o que pode se ocorrer também de maneira inversa, quando estimulamos demasiadamente a função do chacra laríngeo, acabamos falando de forma “desenfreada” a fim de tomarmos toda a atenção, o que no fundo nada mais é que a uma tentativa desequilibrada de mascarar a frustração de nos sentirmos isolados, não aceitos. Em qualquer uma das formas, pode se manifestar dificuldades de relacionamento e fisicamente, problemas de garganta.

A garganta representa o fluxo criativo do corpo e da alma, é nela que expressamos a nossa criatividade. Quando a manifestação da criatividade está sufocada ou frustrada, temos problemas de interação. O que ocorre também nos casos daquelas pessoas que vivem só para os outros, nunca fazendo o que realmente querem, que sempre agem tentando agradar os pais, cônjuge, chefes, a sociedade.

O exemplo da amigdalite ou os variados distúrbios da glândula tireóide, refletem a criatividade frustrada, por não poder, ou melhor, não se permitir fazer ou expressar o que se quer ou expressar de forma distorcida ou exacerbada como forma de “mascarar seus verdadeiros sentimentos e opiniões a respeito de determinada situação, com a intenção de agradar o outro e ser aceito.

E por mais que tenhamos dificuldades de reconhecermos em nós mesmos alguns desses bloqueios, muitas pessoas apresentam algum distúrbio correspondente ao chacra laríngeo, que mais cedo o mais tarde, deverão se admitidos, encarados de frente e tratados.

Neste chacra é onde ancoram-se as energias para que as mudanças ocorram de forma concreta. Na iniciação na Chama Azul, o discípulo passa por uma profunda ativação e desbloqueio do deste centro de força, a fim de permitir fluir livremente a habilidade de interagir através do verbo, de manifestar sua verdadeira identidade criativa e transformadora, de se permitir criar e reconhecer sua capacidade de expressar sua criação.

Desenvolver sua autoaceitação, aumentar sua autoestima, consequentemente sua determinação e autoconfiança. E assim, efetivamente transformar o seu mundo interior e o mundo a sua volta.

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.