TODA A MULHER PRECISA SABER DISSO…

Ciclos repetitivos e a criança interior ferida

Muitas mulheres vivem hoje ciclos repetitivos de situações que dificultam o despertar do real poder do seu Sagrado Feminino que em verdade, é forte, auspicioso, bem resolvido e que independente de qualquer amarra emocional causada, seja pelas experiências vividas com seus pais, nas heranças genéticas, companheiros e até nas mais remotas e experiências marcantes ocasionada em suas vidas passadas.

Porém, muitas vivem repetindo situações emocionais, relacionamentos e sentimentos de vazio ou não pertencimento que dificultam a manifestação do seu real poder e valor e uma das razões pelas quais esses velhos ciclos se repetem é a falta de um olhar mais espiritualizado para cada situação vivida, para as emoções despertadas e consequentemente às vibrações que são geradas, mantidas e retroalimentadas a cada nova, porém já velha experiência que está sendo vivenciada.

Em todas as Eras, a mulher sempre teve uma sensibilidade muito aguçada para o Eu Sagrado que carrega, o qual está sempre pronto a lhe mostrar os meios, os caminhos e as respostas que precisa, porém com o desenvolvimento enquanto uma humana a se desenvolver na terra, a mulher acabou mergulhando nas experiências que as “personagens” que a sua alma criou para se manifestar por aqui.

Experiências essas, que envolvem também, vários outros personagens manifestados em outros atores, muitas vezes no papel de pai, mãe, irmãs ou irmãos mais velhos, avós, tias, tios companheiro, companheira, filhos, os quais foram e continuarão sendo importantes para validar a experiência humana.

Mas para que o caminho de volta se faça, ou seja, para a retomada da sua identificação com o seu Eu Sagrado, é a personalidade atual despertar a consciência da existência de uma personalidade sua em especial, que atravessa todas as linhas de tempo e espaço das suas existências na terra e essa personalidade é a sua criança interior.

A partir consciência e acolhimento da sua criança interna, a qual ao longo das várias reencarnações na terra, foi ferida, machucada, abandonada, rejeitada, abusada, espancada e tudo mais que possa ter experimentado, começa o retorno para um novo ciclo de evolução na terra.

É preciso saber que a criança interior está sempre atuante no seu campo emocional na tentativa desesperada de ser olhada, acolhida e curada. Quando adulta, essa criança ferida que continua viva no seu Eu Interior, vai usar estratégia para conseguir amor, conforme viu e sentiu na infância, e não importa se essas experiências foram extremamente dolorosas, esses serão os registros que a sua criança reconhecerá como sua, reconhecerá como o da sua realidade mesmo enquanto uma mulher adulta. Então, essa criança que chora, grita e esperneia passará a vida toda a te instigar a “honrar” a forma que ela aprendeu a amar ou que pensa que deva ser para se sentir amada, conforme as referências que teve com aqueles que se desenvolveu nos seus primeiros ciclos de vida.

Uma parte do seu ser se tornou adulto, porém nos seus registros emocionais e energéticos toda essa bagagem carregada pela sua criança interna continua presente e ativo em forma de uma vibração, porém a mulher que se tornou vai ter que conviver com pessoas que não aprenderam a amar daquele jeito que a sua criança interna aprendeu e espera que correspondam da mesma forma.

Então, se a sua criança aprendeu que conseguir amor é através do grito, mesmo adulta ela vai usar essa estratégia “do grito” com as pessoas da sua convivência para validar a forma de amar que aprendeu na infância.

Se aprendeu que para conseguir amor, tem sempre que agradar aos outros, vai agradar tanto até sem perceber, passar a sufocar o alvo da sua tentativa de agrado, em alguns casos, vai gradativamente se colocando submissa, engolindo “sapos” para não piorar a situação ou até mesmo sendo abusada emocionalmente, moralmente e sentindo-se culpada, sem coragem de desabafar as suas dores entendendo que quem tem que aguentar e resolver sozinha.

A criança sofrida vai carregar em seus registros como o único padrão válido de se comportar o se calar para “sofrer menos” ou em outros casos extravasar forma descontrolada para ser olhada.

Outro fator que pode ser influenciado pelas experiências da criança interior e a relação que a mulher adulta tem hoje com suas finanças,  se por exemplo, a sua criança interior tem como referência as histórias que ela viu acontecer com seus pais, ou quaisquer que forem as pessoas de sua maior referência, e se essas histórias foram de escassez, dificuldades ou rejeição à riqueza, essa será a base para a vibração que emitirá e atrairá para as experiências que se manifestarão na sua vida adulta e assim por diante.

E assim, essas programações vão se repetindo ao longo dos séculos, das vidas após vidas, reencarne após reencarne. E pela repetição, acabam sequestrando a sua verdadeira essência e estabelecendo um padrão dominante de vibração a nível de DNA, tornando-se praticamente automáticas as suas reproduções e assim, através de também tantos outros fatores que envolvem o desenvolvimento humano na terra, lá se vai para os porões do esquecimento o glorioso poder de manifestação do seu Sagrado Feminino.

Enquanto a mulher não mudar essas informações por outra forma de pensar, sentir e agir para consigo mesma, vai continuar repetindo seus velhos padrões e para validar essa programação vai atrair outros atores que agirão como os personagens adequados para sustentarem essas energias geradas pelas memórias emocionais registradas pela sua criança interna como padrões absolutos.

As energias geradas em quaisquer das experiências que a sua criança interior viveu, nunca irão desaparecer, pois energia nunca desaparece, porém, a frequência que emite pode ser transmutada ou seja, transformada em outras frequências de energias e mais elevadas da que vinham sendo retransmitidas, muitas vezes por séculos.

Porém, existem muitas coisas boas que nos foram transmitidas por aqueles que ajudaram a manifestar as experiências vividas pelas nossas crianças interiores, uma delas é a que a minha avó sempre dizia: “ Confia em Deus minha fia, pois para tudo sempre tem uma solução, afinar não existe male que não tenha fim ou que não se consiga transforma em bem”

E minha avó tinha razão, pois através do conhecimento que liberta e capacidade de transpor e transformar em positivas as situações que lhe desafiam, foi que fez com que o Sagrado Feminino que existe em você lhe trouxesse para as informações que acessou aqui e é o que lhe traz para o conhecimento da existência da Chama Violeta a energia mais poderosa que chega ao planeta para ajudar você a transmutar tudo que precisa ser transmutado na sua vida, a fim de que o seu Sagrado prevaleça, apesar de todas as experiências de dor que a sua criança interna possa ter vivido, transmutando e curando todos os registros de sofrimento, abandono, rejeição, falta, medo e tudo mais que sua criança tenha vivido e possa estar ajudando a criar as experiências atuais que a sua mulher adulta hoje esteja enfrentando.

E você pode usar a Chama Violeta para ajudar você a transmutar tudo isso, fazendo decretos, imaginado essa energia envolvendo você, ou você pode ir muito mais além do que já imaginou ser capaz de alcançar para curar a sua criança interna de todas as Eras, transmutar tudo o que precisa ser transmutado em todas as linhas de tempo das personalidades que você já viveu na terra, para reequilibrar tudo o que você.

E a forma mais eficiente que eu conheço para reequilibrar todo o seu sistema energético e te colocar alinhada com o poder sobrenatural do seu Sagrado Feminino é através da A Alquimia Quântica da Chama Violeta. Esse é o sistema mais avançado de cura energética existente hoje no planeta, que traz diversas técnicas de cura energética resgatadas da Idade de Ouro da Antiga Atlântida, onde vivemos o apogeu nos nossos poderes mágicos.

Nesse sistema, através de frequências ascensionais da Chama Violeta com o uso de cristais, você ativa o poder sobrenatural do Sagrado Feminino inerente a todo o ser humano independente do sexo que apresente na encarnação atual, aprende a tratar infinitas situações no seu próprio processo de libertação e ainda torna-se apta para aplicar nos seus familiares, amigos, plantas, animais, aplicar em atendimento em consultório, se esse for o seu desejo, enviar para o planeta e para toda a humanidade, e a partir deste poder ativado em você, passar a ajudar de forma consciente no processo de libertação e cura coletiva, já que a qualidade de ajudar a si mesma e a tudo que lhe cerca é algo inerente a toda a mulher desde os seus primórdios e uma das razões da sua existência no Planeta.

Quer saber mais sobre a Alquimia Quântica da Chama Violeta?

CLIQUE AQUI   https://forms.gle/51fwLw2r55xaNq7m7

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.